About Me

terça-feira, novembro 08, 2016

Resenha: A Estrela que nunca vai se apagar

| |

Título: A Estrela que nunca vai se apagar | Autores: Esther Earl, Lori e Wayne Earl. 
Introdução: John Green | Editora: Intrínseca | Páginas: 437 | Gênero: Biografia
Classificação: 
Adicionar a estante: Skoob
Onde Comprar:  Saraiva | Submarino 
Sinopse: Diagnosticada com câncer da tireoide aos doze anos, Esther Grace Earl era uma adolescente talentosa e cheia de vida. Fazendo jus ao nome, que em persa significa 'estrela', ela marcou todos em seu caminho com sua generosidade, esperança e altruísmo enquanto enfrentava com graciosidade o desgaste físico e mental causado pela doença. Filha, irmã e amiga divertida, alto-astral e inspiradora, Esther faleceu em 2010, logo após completar dezesseis anos, mas não sem antes servir de inspiração para milhares de pessoas por meio de seu vlog e dos diversos grupos on-line de que fazia parte. 'A estrela que nunca vai se apagar' é uma biografia única, que reúne trechos de diários, textos de ficção, cartas e desenhos de Esther. Fotografias e relatos da família e de amigos ajudam a contar a história dessa menina inteligente, astuta e encantadora cujo carisma e força inspiraram o aclamado autor John Green a dedicar a ela sua obra best-seller A culpa é das estrelas.

   Se todas as biografias fossem iguais a de Esther Grace Earl, com certeza eu leria todas! A história é muito linda, e o melhor, é contada por ela mesma. 
   Esther Grace Earl nasceu em 3 de agosto de 1994. Em Beverly, Massachusetts. O nome Esther significa estrela, e o sobrenome Grace, graça. Colocaram esse nome pois ela iluminava a  vida de todo mundo que a conhecia. Ela era a estrela de sua família. 
  Esther, era filha de um pastor e de uma professora, Lori e Wayne Earl. Também tinha quatro irmãos, Evangeline e Abigail, suas irmas mais velhas. e Graham, Abraham, seus irmãos mais novos. Ela amava todos eles. 
    Em 2007 Esther foi diagnosticada com câncer na tireoide com metástase nos pulmões. Os médicos não sabiam quanto tempo ela poderia viver. Poderia ser minutos, horas, meses ou anos. Desde então Esther nunca pensou em desistir. Batalhava com todas suas forças para continuar viva e iluminando a vida de sua família e dos poucos amigos que tinha. 
     Ela nunca chegou a odiar Deus por ter lhe dado esse câncer. Ao contrário, ela o amava! Ela agradecia a ele por a manter viva. Por mas que ela não entendesse porque ser presenteada com aquela doença horrível, mas ela não reclamava. Vivia sempre alegre e transbordando de amor. 
    Esther adorava escrever, por isso ela escrevia um diário pela maior parte do dia. Nele, ela anotava todos seus sentimentos, suas dores, suas consultas ao médico todas as semanas, e seus desejos. Ela também fazia vídeos para o Youtube. 
    O diário que Esther escrevia, foi muito usado para a construção desse livro. No livro tem várias partes dele.  Os pais de Esther também tinham um blog na Web onde eles contavam para o publico como Esther estava. Isso mesmo, Esther ficou muito famosa e as pessoas iam a esse blog para saber dela. 
    Em 2009, em uma convenção de Harry Potter. Esther teve a incrível sorte de conheçer o seu escritor predileto, John Green. Eles ficaram muito amigos e Green sempre estava presente procurando saber como ela estava. Ele conta que nunca sabia que uma adolecente poderia ser tão divertida.



     Esther fez vários amigos em um grupo de conversas no Skype, onde os jovens contavam seus problemas e para seus amigos de lá para ficarem mais calmos, e funcionava. Logo esse grupo ficou famoso na Web e John Green nomeou eles como Catitude. 
     No Livro está presente fotos de Esther com a família e ainda relatos dos pais dela e dos amigos depois que ela morreu. Também tem todo o descurso que seu pai fez eu seu velorio. 

  -Ah, Esther. Eu nunca poderia explicar o quanto sinto a sua falta. Mas cada minuto de tristeza e dor tem valido mil vezes a pena. Muito obrigada por me apresentar ao Catitude. Muito obrigada pelas noites passadas rindo de bundas e outras coisas bobas. Muito obrigada por me ouvir. Muito obrigada por ser bonita e honesta. Muito obrigada pelo amor mais puro e incondicional que já vi. O fardo da dor é pesado, mas você me deu bastante amor e alegria para eu poder superar isso.        Muito Obrigada por tudo, E. Amo você, muito,muito.                                                               -Katie Twyman (Pág: 348)

   Esther era muito calma e acolhedora, amorosa e alegre. Amava todos, independente de cor, raça ou modo de falar. Muitas pessoas depois que ela ficou "famosa" mandava e-mails para ela para contar seus problemas. E o bom é que ela só "escutava", ela não jugava ninguém.
    Todos ficaram chocados com a morte dessa estrela no dia 25 de Agosto de 2010. Ela já não andava bem hávia alguns dias, e os médicos já não viam mais esperança. Só um milagre poderia a salvar.
   Depois da sua morte, seus pais não poderiam de deixar de criar uma instituição de fins lucrativos em homenagem a Esther, a This Star won't go out. Essa istituição funciona até hoje, e o dinheiro recebido e doado para crianças que tem câncer e suas famílias. Também esqueci de citar que alguns meses antes de Esther morrer, John Green e seu irmão Frank criaram um feriado entre os Nerdfighter -como era chamado os fãs do canal VlogBrothers- para Esther, em que nesse feriado eles iriam comemorar o "Amor". E desde 03/08/2010 esse feriado vem acontecendo dentro da comunidade Nerdfighteria.  Chamado "Esther Day".



Então, você já falou eu te amo hoje? Não deixe de dizer que ama seus amigos e familiares. Não vamos deixar que essa estrela se apague. Essa estrela nunca vai se apagar!



Resultado de imagem para esther catitude
Esther, John Green, e o Catitude.
Resultado de imagem para esther catitude
Esther Grace / Hazel Grace

Resultado de imagem para esther catitude
Lori, mãe de Esther;


   " Apenas seja feliz, e, se você não conseguir ficar feliz, faça coisas que o deixem feliz. Ou fique sem fazer nada com as pessoas que o fazem feliz."       -Esther Earl

Blog de Esther: http://crazycrayon.flavors.me
Twitter de Esther: https://twitter.com/crazycrayon
Canal VlogBrothers: https://www.youtube.com/user/vlogbrothers
Canal de Esther: https://www.youtube.com/user/cookie4monster4/videos

2 comentários:

  1. oi Lah tudo bem?

    flor você acredita que eu coloquei
    esse livro na lista de desejados da saraiva
    e depois tirei, agora vendo sua resenha me arrependo
    do que fiz, pois achei interessante essa biografia,
    principalmente por ser ela a inspiração do meu livro
    favorito, vou comprar da próxima, adorei a resenha beijos


    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Tay. Tudo bem Sim! ^^

      Eitta!! Mais é assim msm... kkk A gente pensa que por ser um livro de biografia, vai ser ruim, e acabada dando prioridade a outros. Eu também pensava assim... kkk Até quando eu estava lendo o livro, teve umas partes que fiquei meia impurrada, mas valeu muito a pena. adorei o livro! Compre sim, você vai gostar também!

      Laah

      Excluir