About Me

sexta-feira, outubro 13, 2017

Resenha: Anjos - O Segredo de Judith

| |
Título: Anjos - O Segredo de Judith | Autor: Wudson Silva | Editora: Madras
Páginas: 144 | Gênero: Ficção | Classificação:  Descrição: https://lh3.googleusercontent.com/-QQ0cXrfw1ms/WdKl0zmPFgI/AAAAAAAALS8/GZ00VnkQOuETh1IljEAYVENli-6XHG4GQCLcBGAs/h71/favorito.png
Adicionar a estante: Skoob


Sinopse: Quem poderia imaginar que naquela pequena e pacata cidade, onde todos se conheciam, poderia ocorrer um crime tão bárbaro? Judith, a catequista querida da cidade, foi encontrada morta no terreno da igreja, onde ministravasuas aulas. Apenas um suspeito — um homem considerado “bruxo”, que teria caído após ter dado uma trombada em Judith, e, depois, ameaçá-la com palavras não compreendidas. Somente uma pessoa poderia resolver este crime tão aterrorizador e descobrir o verdadeiro assassino — Clóvis, o detetive da cidade grande que desvenda todos os crimes através do enigmático poder de ler os pensamentos através de anjos. Ele tem apenas uma semana para descobrir o verdadeiro assassino. Junto com Isaías, o policial mal- -humorado da cidade do interior, que questiona os métodos utilizados pelo seu parceiro, saem em busca de novas pistas. Conseguirá o detetive Clóvis descobrir o assassino em apenas uma semana? Só folheando essa belíssima obra para desvendar o Segredo de Judith. 

O Segredo de Judith é o primeiro volume da Duologia Anjos, edição - 2017 publicada pela Editora Madras.
      Esse livro se tornou uma das minhas melhores leituras de 2017, e eu adorei o tema abortado: Anjos e demônios.
   O livro se passa em uma pequena cidade de interior chamada Rio Vermelho, onde acontece um misterioso (bota misterioso nisso!) assassinato que da inicio a nossa trama. Judith, a mais jovem entre as catequistas da cidade, é encontrada morta após uma forte noite de chuva, no quintal da paroquia católica, em meio a uma espécie de estrela de sete pontas e velas.
   Até a noite do ocorrido, o principal suspeito era um estranho homem a quem todos ô jugavam como feiticeiro. Mas, após a chegada do conceituado detetive Clóvis (adorei esse nome, não sei por quê! kkk), essa suspeita vai de água a baixo.
“Conclui que eu estava conversando com anjo muito poderoso, e ao contemplar as nuvens em forma de crianças com asas, senti um desejo enorme e fazer algo para recompensar aquela divina presença”. 
    Clóvis é um homem misterioso e extremamente "na dele". Tem uma estranha forma de descobrir a verdade e saber o que a pessoa está pensando ou como pensa em agir, além de ter estranhos métodos para descobrir a verdade. Clóvis contará com a ajuda do ranzinza Isaias. Um cara chato, de mal com a vida e extremamente grosseiro, que desconta em sua mulher e filhos a frustração de uma vida.

"Menos um suspeito em nossa lista". Esta frase ficou gravada em minha mente por algum tempo, fazendo alternância com outro questionamento criado por mim: "Que lista?" É a primeira vez em minha vida que vejo um detetive sem uma lista de suspeitos ou estratégia lógica e pressão psicológica para descobrir um assassinato. - Isaias

     Clóvis chega a cidade com a estranha notícia que descobriria a verdade em apenas em 7 dias, e vai em buscas de pistas para sua investigação.

- Não. Mas como lhe disse antes, quero resolver esse mistério nesta semana e ir embora segunda-feira ás sete horas da manhã. [...] - pág: 43 - Clóvis


    Mas, como encontrar um assassino em uma cidade pequena e que aparentemente todos sã inocentes? Nós vamos aprender a ver o mundo com outros olhos, com os olhos de Clóvis, e aos poucos os podres daquela população vão ficando visível para todos, descobrindo assim  o verdadeiro assassino de Judith.



Mas e você? Acredita que nossa mente pode ser manipulada por seres do mal?
     O que mais me chamou atenção desse livro foi a forma que ele foi divido. Não em capítulos, mas sim em dias da semana. Os "capítulos" são um dia da semana, cada (Segunda á Domingo + Segunda - final). Eu nunca tinha lido livros que se passam em uma semana, e confesso que adorei a experiência!
     A leitura fluiu bastante e o melhor ponto que esse livro trás, com certeza é o mistério por trás da morte da catequista, que nós faz ficar ainda mais vidrados a história. A diagramação é bem simples e as letras são grandonas. Por fim, quero deixar claro que eu Amei esse livro, e convidar vocês para lerem-no também!

Gente, a pior coisa do mundo é jugar um livro pela capa! #ficadica

    Outras Edições:

Resultado de imagem para wudson silva o segredo de judithResultado de imagem para wudson silva o segredo de judith

O Autor:

Resultado de imagem para wudson silva o segredo de judith
Wudson Silva nasceu em Aimorés/MG, em 16 de agosto de 1973. Trabalhou como eletricista desde os 17 anos, mas também se empenhou em pintar quadros, fazer esculturas e a ler livros, hábito que o induziu a gostar de filosofia.
   Criou a teoria intitulada Pensamento Trianímico, uma interatividade mental formada por três gerenciadores cognitivos, evoluídos psicologicamente pelos homínideos, resultante de toda a atividade cerebral humana.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário