About Me

segunda-feira, janeiro 08, 2018

Resenha: Cinderela Pop - Princesas Modernas #2

| |




Título: Cinderela Pop | Autor (a): Paula Pimenta | Editora: Galera Record 
Gênero: Romance | Páginas: 156 | Classificação: 
Adicione a sua estante: Skoob
Onde comprar: Saraiva | Livraria Cultura | Amazon

Sinopse: Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando... Com um príncipe que ainda não conhecia. Porém, um dia, o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo espaço para o amor. Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!

    Em uma versão estendida do famoso conto publicado no 'O Livro das Princesas', Paula Pimenta promete uma releitura divertida da história da Cinderela, recontada nos tempos atuais.
   Cintia Dorella é uma adolescente antenada. Adora música, roupas da moda e namorar. Filha de um empresário bem conceituado, sua vida parece desmoronar quando pega seu pai com outra, enquanto deveria está no curso de inglês.
   A traição foi motivo para a separação do casal, e Cintia acaba indo morar com a tia em sua casa colorida e cheia de bichos. Enquanto isso, sua mãe - que é arqueóloga - intensifica as viagens a trabalho, até receber a proposta de uma pesquisa de 3 anos no Japão.
    Três anos depois Cintia está com 17 anos e uma  personalidade reinventada. Ela trocou todos seus vestidos e saltos por roupas pretas e Hall Stars, e deixou de acreditar no verdadeiro amor. Incentivada pelo namorado da tia, ela começa a trabalhar como DJ em festas jovens pela cidade, estando em casa sempre a meia-noite em ponto.
   Cintia culpa o pai pela separação, e após tantos anos ela continua magoada e cortando todos os vínculos com seu pai, que agora vive com a mulher que ás traiu, e as enteadas gêmeas em seu antigo 'lar'.
   Com a proibição do uso de celulares na escola, Cintia não tem outra saída a não ser falar com o pai e pedir ajuda contra a direção da escola. O intervalo era o único momento que poderia falar com a mãe, levando em conta o fuso horário dos dois países. Na tentativa de rever e socializar a filha com sua nova família, seu pai se dispôs a ajudar apenas se Cintia comparecer a festa de 15 anos das suas 'meia irmãs'.
   Apesar de não está muito contente de rever sua madrasta - que sempre tenta inferniza-la - e suas meias irmãs, Cintia tenta comparecer a festa, até descobrir que o local que ela iria tocar naquele dia era justamente o aniversario das gêmeas.
Agora Cintia conta com a ajuda da tia e sua melhor amiga para bolarem uma fantasia com mascara para tocar na festa, trocando de roupa no fim de seu turno para que o pai a veja entre os convidados.
   Tudo estava perfeito, e o que ela não imaginava era encontrar o seu príncipe encantado no meio daquela multidão, voltando a acreditar pouco a pouco no amor.


   Como vocês já sabem, sou louca por contos de fadas modernos e com Cinderela Pop não foi diferente. A releitura foi muito gostosa, e percebi em varias partes coisas que continua parecida a verdadeira história da Cinderela. Outra coisa que me chamou atenção foi o sobrenome da Cintia, que é Dorella. Uma forma que a autora achou de interligar os dois nomes.
   A leitura desse livro é muito fluida, e li em apenas 1 dia. Não posso deixar de falar do Freddy Prince! (Meu novo crush literário dos sonhos. hahaha)
A capa e diagramação são lindas, e me apaixonei pelas gravuras que ilustram o livro, principalmente o hall star na primeira página. Adoro essas ilustrações! 
Enfim, essa foi uma leitura muito aproveitada e que recomendo para todos que assim como eu, adoram uma princesa moderna!

Nenhum comentário:

Postar um comentário